segunda-feira, 18 de setembro de 2017

SIAMÉS - "The Wolf"

Cordiais uivos leitores! Depois de um grande recesso (quase que infinito) voltei das sombras kkk. Depois de alguns meses sem postar nenhum conteúdo tanto aqui como na página do facebook vou retomar as atividades, não com a mesma frequência de antes, mas sempre que possível, afinal tenho diversos projetos engavetados para animar as noites de lua cheia aqui no blog!

E para começar novamente nada mais sensacional do que apresentar para você o 1º Single dessa banda que tem muito futuro. Pra quem ainda não conhece segue um pequeno resumo retirado da própria página oficial da banda no facebook:

SIAMÉS é uma banda onde Indie, Pop, Rock e Soul estão misturados em seu álbum de estréia, que inclui 10 músicas em inglês com uma proposta cuidadosa artística e sonora, onde destacam as melodias e harmonias vocais, linhas de baixo e Bases de Grooveran.
As músicas foram gravadas principalmente pelo compositor duque Blakk / Stöltzing, que criou SIAMÉS no ano 2013.
"The Wolf", o primeiro single, é uma das músicas mais dançantes do álbum. Como "Firestorm", "As You Get High" e "Used to be", o último composto em conjunto com a banda Parisina Clock n 'Works. O Soul também está presente em "Stronger", "Mr Fear" e na música que fecha o álbum "Gimme Some Sweet".

Com um ótimo rítimo, e um vídeo clipe animado que me conquistou logo de cara SIAMÉS já está entre as minhas bandas favoritas! Abaixo você confere o clipe, e logo em seguida a letra e tradução! Curta esse som e deixe nos comentários sua experiência! Até mais lobisomens!


The Wolf O Lobo
Each and every day Todo e cada dia
Hiding from the sunshine Se escondendo da luz do sol
Wandering in the shade Vagando na sombra
Not to old Não muito velho
Not too young Não muito jovem
Every night again Todas as noites de novo
Dancing with the moonlight Dançando com o luar
Somewhere far away Em algum lugar longe
I can hear your call Posso ouvir você me chamar
(I'm) out of my head (Estou) fora da minha cabeça
Of my heart, and my mind Do meu coração, e da minha mente
'Cause you can run Porque você pode correr
But you can't hide Mas você não pode se esconder
I'm gonna make you mine Eu vou fazer você minha
Out of my head Fora da minha cabeça
Of my heart and my mind Do meu coração e da minha mente
'Cause I can feel how your flesh Porque eu posso sentir como sua carne
Now is crying out for more Agora está implorando por mais
Ain't no fairytale what I see in your eyes Não é nenhum conto temível o que eu vejo em seus olhos
Awaiting your mistake Aguardando seu erro
Not too close, Não muito perto, 
Not too far Não muito longe
Sneaking in the pain Furtivamente na dor
Every truth becomes lie Toda verdade se torna mentira
I won't trust myself Não confio em mim mesma
Once I hear your call Depois de ouvir você me chamar
(I'm) out of my head (Estou) fora da minha cabeça
Of my heart, and my mind Do meu coração, e da minha mente
'Cause you can run Porque você pode correr
But you can't hide Mas você não pode se esconder
I'm gonna make you mine Eu vou fazer você minha
Out of my head Fora da minha cabeça
Of my heart and my mind Do meu coração e da minha mente
Cause I can feel how your flesh Porque eu posso sentir como sua carne
Now is crying out for more Agora está implorando por mais
I'm out of my head Estou fora da minha cabeça
Of my heart, and my mind Do meu coração e da minha mente
Out of my head Fora da minha cabeça
Of my heart, and my mind Do meu coração e da minha mente
I'm out of my head (Estou) fora da minha cabeça
Of my heart, and my mind Do meu coração, e da minha mente
'Cause you can run Porque você pode correr
But you can't hide Mas você não pode se esconder
I'm gonna make you mine Eu vou fazer você minha
Out of my head Fora da minha cabeça
Of my heart and my mind Do meu coração e da minha mente
Cause I can feel how your flesh Porque eu posso sentir como sua carne
Now is crying out for more Agora está implorando por mais

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Modelo Animatronic de Remus Lupin em Harry Potter

Trazendo uma curiosidade bem interessante dessa vez, você se lembra de Remus Lupin, aquele lobisomem da saga Harry Potter, que para muitas pessoas era um lobisomem feio e magro, já pra mim ele tinha todo seu ar de mistério e escuridão. Pois bem, a ideia inicial era que ele deveria ter sido feito em Animatronic, um processo que usa de um modelo robótico para dar mais vida a seres fantásticos que muitas vezes fica meio impossível de reproduzir apenas com maquiagem. Infelizmente o processo se tornou meio complicado de ser executado, o modelo foi projetado para ficar acima da cabeça do usuário, preso por uma armação e mesmo depois de semanas de treinamento o modelo não pode ser utilizado, em vez disso toda a estética foi reproduzida em CGI e o modelo Animatronic teve que ser abandonado. Na minha opinião acho que teria sido bem mais interessante esse modelo Animatronic mas mesmo assim o resultado final que nos foi apresentado também não deixou nada a desejar! E o que restou de todo o processo abandonado você conferem abaixo. Até a próxima pessoal!
(Cliquem nas imagens para ver em tamanho maior)


Werewolf Mask por Zhelong XU

Saudações lupinos, hoje trago para você uma incrível máscara de um lobisomem totalmente modelada por Zhelong, um artista digital 3D que gosta de modelar criaturas exóticas. O mais interessante em sua arte é o realismo que ele dá as texturas de metal, porcelana, e ainda consegue dar um aspecto envelhecido em alguma delas. Olhando pela primeira vez dificilmente você vai perceber que se trata de um objeto digital 3D. Sem mais confira esta incrível criação e logo abaixo você pode conferir em todos os detalhes no player 3D, basta dar play e rotacionar como quiser.






Para conhecer mais sobres as artes de Zhelong XU basta clicar aqui

sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

Os lobisomens chegaram a realidade virtual


Cordiais uivos leitores, já deviam estar se perguntando se o Jovem Lobo ainda estava na ativa e eis que surjo com mais uma interessante postagem para vocês, principalmente se você é louco por jogos assim como eu. Com certeza (ou não) você já deve ter jogado esse jogo com seus amigos pelo nome de Máfia, Assassino ou A Cidade Dorme, praticamente todos com as mesmas regras, em resumo você receberá uma carta no inicio que irá definir seu papel no jogo.

Cada “noite”, ou rodada de jogo, os habitantes do vilarejo dormem. Neste momento os lobisomens, secretamente acordados, escolhem uma vítima. Ao amanhecer, a vítima devorada pelos lobisomens é removida do jogo. Os moradores restantes (incluindo os lobisomens, que durante o dia se mostram como inocentes habitantes do vilarejo) devem então escolher um entre eles, que será punido através de linchamento pelo crime cometido. Os lobisomens tentam devorar todos os moradores, enquanto os moradores tentam linchar todos os lobisomens.



Esse jogo é um daqueles que quanto mais pessoas melhor. Chamar os amigos para uma noitada de muito mistério é sem dúvida muito divertido.

Agora você deve estar se perguntando, "Certo, até aqui tudo bem. Mas você não mencionou lá em cima uma tal de realidade virtual? Cadê?" Calma pequeno lobinho, acontece que a Ubisoft (Aquela dos Assassins Creed) resolveu pegar esse jogo sensacional e resolveu deixar ele ainda melhor criando Werewolves Within.

Você conseguiu se imaginar jogando com a descrição que eu dei mais acima? Agora se imagine assumindo o papel da carta inicial e se tornando o próprio lobisomem, com a realidade virtual que os Oculos RIFT podem proporcionar. Dá só uma conferida:


Depois que diversos moradores foram atacados, a aldeia medieval de Gallowston decidiu dar um basta nessa situação. Com um guia especial em mãos, os jogadores se congregam para votar e eliminar todo e qualquer possível lobisomem disfarçado de aldeão. Os jogadores lançam mãos de papéis e habilidades específicas, assim como o poder de persuasão, para analisar, deduzir e vencer a rodada.
Werewolves Within é um jogo de ritimo acelerado, para cinco a oito jogadores, baseado em papéis secretos e na dedução social. Em uma partida, um jogador pode ser um aldeão, dando tudo de si para eliminar os lobisomens da cidade e minutos depois, ele mesmo pode se tornar o lobisomem, mentindo e induzindo os amigos ao erro para sobreviver à votação. Werewolves Within mantém os jogadores alertas, questionando-se constantemente e testando sua capacidade de julgamento pessoal. Seja no papel de um aldeão diligente ou no de um lobisomem ardiloso, nenhuma partida é igual à anterior.
Descrição pela Ubisoft

É interessante perceber como a tecnologia consegue inovar o que já existe, só é preciso criatividade. Werewolves Within só confirma essa afirmação. Eu já joguei esse jogo com uma roda de amigos com mais de 15 pessoas e foi uma das melhores experiências em jogos que já tive. O único problema é por ser um jogo exclusivo para o uso dos Oculos RIFT, que convenhamos na nossa realidade brasileira ainda é muito caro, e ainda mais por exigir que os outros jogadores também tenham os oculos, mas se você é como eu e não tem uma moeda no bolso recomendo chamar os amigos, fazer uma roda e liberar o lobisomem que existe dentro de você!

Se você ficou interessado e quer jogar com seus amigos, eu estarei trazendo em outro post um arquivo para download das cartas e ensinando as regras para se divertir! Até a próxima alcatéia!

terça-feira, 19 de julho de 2016

BROOKLYN ANIMAL CONTROL é a série sobre lobisomens que todo fan merece!


Parece que os lobisomens chegarão à Nova York. (Ou chegariam)

Em 2015 o canal USA Networks iria expandir ainda mais sua grade de programação ao encomendar o piloto de uma série baseada nos quadrinhos de JT Petty e Stephen Thompson, Brooklyn Animal Control.

Brooklyn Animal Control acompanharia o funcionamento de uma subdivisão secreta da polícia de Nova York, que atua prestando assistência social a alguns dos cidadãos mais peculiares da cidade, os lobisomens. O drama acompanharia tanto as vidas dos oficiais da divisão como também da comunidade secreta e isolada dos lobisomens, a Kveld-Ulf, que vive nas profundezas do Brooklyn. A série prometia abordar as políticas da cidade, comunidades de imigrantes e famílias divididas pela ambição, sigilo e tradição.

O piloto teria roteiro e produção executiva do próprio autor das HQs, além de David S. Goyer (Batman vs Superman, DaVinci’s Demons ), Rick Jacobs (Spare Parts) e David Alpert (The Walking Dead).

A vice-presidente executiva do USA, Jackie de Crinis, comentou:

Os fãs dos quadrinhos sabem que Brooklyn Animal Control é um thriller ancorado dentro do mundo das famílias de crimes organizados de Nova York. Em sua essência é um drama familiar, mas um não convencional”

Isso tudo seria um sonho para toda a comunidade de fans de lobisomens se o projeto não tivesse sido engavetado pela emissora, o mais absurdo disso é que o piloto foi feito e até um trailer que foi retirado do YouTube pela emissora tinha sido vazado. Mas nem tudo foi perdido e um usuário no YouTube fez novamente o upoad do trailer que você pode conferir aqui. (Não se sabe quanto tempo o vídeo ficará no ar então assistam logo!)


Pelo que tudo indica, eles estariam re-desenvolvendo tudo do zero, mas sinceramente eu acho que nada deveria ser mudado porque esse trailer me fez perder as estribeiras! E você lupino, qual sua opinião? Confiram algumas imagens retiradas do trailer:(cliquem nas imagens para ver em maior tamanho)



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...